Vai abrir um negócio? Conheça as vantagens e desvantagens do sistema de franquias

Tempo de leitura: 6 minutos

Abrir um negócio pode ser desafiador: marca, processos, apresentação do produto, marketing e vendas. Por isso, antes de tirar o sonho do papel é preciso conhecer qual modelo de negócio é mais adequado para você.

Uma dessas alternativas é investir em uma franquia, um modelo bastante consolidado no Brasil e internacionalmente. Por isso, nesse texto, você vai conhecer as vantagens e desvantagens do sistema de franquias.

Primeiro passo: você sabe o que é uma franquia?

De forma objetiva, podemos dizer que franquia é um sistema, ou um modelo administrativo/de negócios em que o franqueador concede o direito de uso de uma estratégia de marca consolidada e bem-sucedida para as unidades franqueadas. Dessa forma, a franquia pode se beneficiar de um modelo já testado e validado no mercado, além de já possuir os processos e procedimentos de operação e administrativos prontos para serem seguidos.

De acordo com Associação brasileira de Franchising, existem  atualmente no Brasil mais de 3 mil marcas franqueadoras. Em 2020, as franquias de mais sucesso no país foram: 1º Boticário, com 3.620 unidades; 2º Mcdonald’s, com 2.567 e o 3º Cacau Show, com 2.371.

No entanto, o mercado de franquias não é feito somente de grandes marcas. Existem uma série de alternativas já validadas e de sucesso que podem ser uma boa alternativa de trabalhar com novos produtos, mas é essencial manter a atenção em todos os pontos para realizar um bom negócio. Por isso, vamos ressaltar algumas vantagens e desvantagens do sistema de franquias.

Vantagens

  • Plano de negócio pronto e consolidado

Esse talvez seja o benefício mais consolidado do sistema de franquias. Afinal, na hora de abrir um negócio de forma independente, é preciso estudar o mercado, atuar por um certo tempo para lidar com os erros e acertos. No entanto, o grande problema é que neste processo, seu negócio pode não ir tão bem quanto você gostaria, isso porque o mercado é cheio de incertezas, surpresas e aumento de concorrência. Por isso, contar com a experiência do franqueador e um plano respaldado em números com os caminhos para atingi-lo tornam os riscos bem menores.

  • Planejamento de custos e inteligência de gastos

Quanto custa para meu negócio começar a funcionar? Essa pergunta dependerá de uma série de fatores que, muitas vezes, são imprevisíveis. Desde a parte criativa do ambiente até a instalação do equipamento para a produção, tudo leva investimento. Por isso, ao abrir uma franquia, o empreendedor já consegue ter uma previsibilidade de quanto custará cada instalação, bem como os valores dos custos mensais/anuais de todas sua operação. Segurança e planejamento nunca são demais, certo?

  • Projetos de Marketing e divulgação já estabelecidos

Um outro ponto que costuma atrair novos empreendedores para o sistema de franquias é já contar com um material de marketing pronto. Ou seja, todo aquele processo de decidir um bom nome, um logotipo que seja interessante e bem pensado, e sobretudo, os custos com esses serviços não são parte da preocupação de um franqueado. Além disso, a rede de franquia como um todo acaba fortalecendo cada vez mais a comunicação e o marketing do seu negócio, reduzindo também os custos que teria com a divulgação independente.

  • Apoio do franqueador

Mais do que um parceiro de negócios, o franqueador é também um apoiador do seu empreendimento. Afinal, é do interesse dele que o seu negócio cresça e aumente ainda mais o sucesso da marca de franquias. Por isso, além de contar com sua experiência para ajustar os caminhos que você precisa seguir, você também vai se beneficiar do seu conhecimento na rede de distribuição, do fornecimento dos produtos, entre outras operações. 

Devantagens

E para mostrar as vantagens e desvantagens do sistema de franquias, é necessário também apontar os pontos que não são tão interessantes na hora de adquirir um estabelecimento neste modelo. 

  • Localização determinada

No caso do sistema de franquias, é o franqueador que possui a responsabilidade por escolher o local da instalação – ainda que o franqueado possa sugerir um local de sua preferência a partir das suas avaliações. O que acontece é que cada marca delimita um determinado número de unidades franqueadas que pode estar em um raio de determinados quilômetros umas das outras, para evitar uma concorrência que divide os clientes para ambas as partes. Essa distância e distribuição dependerá do tipo de produto vendido na franquia e da própria estratégia da marca.

  • Limitações para inovar

De fato, para adquirir uma franquia é necessário ter em mente que não será toda ideia sua que poderá colocar em prática. Isso porque, mesmo que você queira oferecer um novo produto ou acrescentar algum processo no seu serviço, poderá alterar a característica da marca franqueadora. Nesse sentido, do mesmo modo que a marca e o planejamento de negócios são um ponto positivo para quem quer abrir um negócio com mais segurança, também representam um fator limitante para criação. Na prática isso significa que assim como o sucesso pode vir para todos os envolvidos, as falhas e erros também virão.

  • Pagamento da taxa de franquia

Um dos principais pontos de atenção na hora de decidir por esse modelo de negócios é o valor que se paga ao franqueador. Em geral, a empresa franqueadora receberá dos franqueados o pagamento de royalties, ou seja, um determinado fator que dá direito ao uso daquela marca, seus processos e plano de negócios. Em geral, esse valor é um percentual ligado ao faturamento daquela unidade.    

  • Divergências entre os envolvidos

Assim como em todo negócio, há um risco de haver divergência entre os envolvidos no sistema de franquia/franqueado. A diferença de um modelo comum, é que o sistema de franquias acaba seguindo determinadas hierarquias nas tomadas de decisão. Isso não significa que o franqueado não será ouvido, mas que na resolução de um problema, pode ser necessário que a decisão do franqueador prevaleça.

Agora que você já conferiu algumas vantagens e desvantagens do sistema de franquias, poderá avaliar o modelo de negócios que é mais interessante para você. E para te ajudar nesse processo, sugerimos que você confira aqui em nosso blog algumas dicas de como melhorar a comunicação com o cliente: um ponto muito importante independente do seu modelo de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *